26 maio 2015

Feira de adoção



Neste sábado dia 30, adote um amigo de estimação em mais uma feira de adoção promovida pela Associação de Proteção aos Animais de São Bento do Sul. Será no estacionamento do supermercado Belém a partir das 09:00 horas da manhã e encerramento as 15:00 horas. São animais adultos e filhotes a espera de uma nova chance de vida! Você não paga nada para adotar um animal de estimação. É necessário levar Comprovante de residência, RG e CPF e assinar um termo de compromisso. No local serão comercializados adesivos, chaveiros, roupinhas para cães e camisetas da APA. 

Irmãos para adoção responsável



Olá, nós somos irmãos e temos aproximadamente 9 meses. Nascemos e vivemos na rua. Nossa mãe e irmãos conseguiram tutores, uma nova chance de vida, mas nós ainda não. Você é responsável e tem um bom espaço na sua casa poderia nos adotar? Nós nos amamos e queremos ficar juntos! Informações ligar no 9999-7124. 

Parabéns Rio Negrinho


O Projeto de Lei Ordinária 2279/2015 de autoria do Vereador Ronei José Lovemberger (PSD) e que estabelece sanções administrativas para a prática de maus-tratos contra animais, no âmbito do Município de Rio Negrinho foi votado e aprovado na Câmara nesta semana. Para os efeitos desta lei complementar entende-se por maus tratos contra animais toda e qualquer ação decorrente de imprudência, imperícia ou negligência, ou ato voluntário e intencional, que atente contra sua saúde e necessidades naturais, conforme estabelecido nos incisos deste artigo: I - mantê-los sem abrigo ou em lugares em condições inadequadas ao seu porte e espécie ou que lhes ocasionem desconforto físico ou mental; II - privá-los de necessidades básicas tais como alimento adequado à espécie e água; III - lesar ou agredir os animais (por espancamento), lapidação, por instrumentos cortantes, contundentes, por substâncias químicas, escaldantes, tóxicas, por fogo ou outros, sujeitando-os a qualquer experiência ou atividade capaz de causar-lhes sofrimento, dano físico, mental ou morte; IV - abandoná-los, em quaisquer circunstâncias; V - obrigá-los a trabalhos excessivos ou superiores as suas forças e a todo ato que resulte em sofrimento, para deles obter esforços ou comportamento que não se alcançariam senão sob coerção; VI - castigá-los física ou mentalmente, ainda que para aprendizagem ou adestramento; VII - criá-los, mantê-los ou expô-los em recintos desprovidos de limpeza e desinfecção; VIII - utilizá-los em confrontos ou lutas, entre animais da mesma espécie ou de espécies diferentes; IX - provocar-lhes envenenamento, podendo causar-lhes morte ou não; X - eliminá-los (cães e gatos) como método de dinâmica populacional; XI - não propiciar morte rápida e indolor a todo animal cuja eutanásia seja necessária; XII - exercitá-los ou conduzi-los presos a veículo motorizado em movimento; XIII - abusá-los sexualmente; XIV- enclausurá-los com outros que os molestem; XV - promover-lhes distúrbio psicológico e comportamental; XVI - outras práticas que possam ser consideradas e constatadas como maus-tratos pela autoridade ambiental, sanitária, policial, judicial ou outra qualquer com esta competência. Toda ação ou omissão que viole as regras jurídicas desta lei complementar é considerada infração administrativa ambiental e será punida com as sanções administrativas previstas nesta lei complementar, sem prejuízo de outras sanções civis ou penais previstas em legislação. As infrações administrativas serão punidas com as seguintes sanções: I - advertência por escrito; II - multa simples; III - multa diária; IV - apreensão de instrumentos, apetrechos ou equipamentos de qualquer natureza utilizados na infração; V - destruição ou inutilização de produtos; VI - suspensão total ou parcial das atividades; VII - sanções restritivas de direitos. VI - mediante abuso do direito de licença, permissão, autorização ambiental ou alvará; VII - no interesse de pessoa jurídica mantida, total ou parcialmente, por verbas públicas ou beneficiada por incentivos fiscais.
FONTE: http://www.camararn.sc.gov.br

19 maio 2015

Jogada como um objeto espera nova chance



Olá, fui abandonada na semana passada por uma senhora sem coração. Simplesmente parou o carro e me colocou para fora. Agora procuro um lar responsável, com caminha quentinha, água e comida à vontade. Não quero ficar presa em corrente curta ou trancada em um cubículo. Serei castrada sem nenhum custo ao adotante. Gostou de mim? Então liga no 3635-0322 que estou aguardando sua ligação.
 

Fredy procura amizade sincera


ADOTADO! Oi eu sou o Fredy, esse lindo basset gigante. Sou muito amoroso e cuido muito bem de casa. Já sofri muito nas mãos de gente ruim, agora preciso de um lar em que as pessoas me cuidem bem.

15 maio 2015

250 edições de coluna É O Bicho



          Nesta semana apresentamos a edição de número 250 de nossa coluna semanal. Nela trazemos até você dicas, casos atendidos, animais para adoção e informações importantes sobre os trabalhos da Associação. Agradecemos aqui a Clarice Dums de Lima, secretária e diagramadora e ao Sr. Pedro Alberto Skiba Diretor do Jornal Evolução pelo espaço e o carinho sempre dispensado a toda equipe APA. Agradecimento também a você amigo (a) leitor (a) que sem dúvida é a razão desta coluna. Muito obrigado a todos (as) de coração. “Unidos somos força! Separados apenas pontos de vista! ” Acesse o Jornal Evolução clicando aqui !


07 maio 2015

Adote um animal de rua e faça a diferença!

Fomos recolhidos pela Vigilância Sanitária de São Bento do Sul das ruas da cidade. Cuidaram de nós e agora estamos prontinhos (as) para adoção. Procuramos um lar que me nos dê muito amor, carinho e não nos deixem presos (as) a uma corrente ou que nos abandonem novamente nas ruas. Gostou de um de nós? Então liga para o telefone 3635-2228 e diz que quer me adotar. Corre, estamos te esperando. Precisamos de um lar para não voltar para as ruas.


 
Macho, porte pequeno, pelagem branca e vermelha, 2 anos


Macho, porte pequeno, pelo curto, cor creme, filhote 4 meses.


Macho, porte grande, pelo comprido, cor caramelo e preto, 2 anos, mestiço pastor alemão.
 

Fêmea, porte médio, pelo comprido, cor creme, 1 ano.
 

Macho, porte grande, pelo comprido, cor caramelo e preto, 1 ano
 
Mais informações pelo fone da Vigilância Sanitária no 3635 2228. Importante frisar que se até o final do tratamento esses animais não conseguirem uma nova chance serão devolvidos ao mesmo local de onde foram recolhidos.

Lisa procura amizade sincera!


Oi, sou a Lisa, fui recolhida das ruas à um tempo atrás. Mas minha dona agora já está com a idade avançada e preciso encontrar um novo lar. Sou castrada e me dou bem com outros cães. Não quero ficar presa em corrente curta ou em cubículos pequenos. Quero uma casinha quentinha, com água e comida à vontade. Gostou de mim? Então liga para a Dona Juraci, no 9727 0611 que estou esperando sua ligação.

Mel precisa de uma nova chance!


Olá, eu sou a Mel, fui abandonada e encontrei uma pessoa de bom coração que me tirou das ruas. Estou castrada e à procura de um lar, onde eu tenha uma casinha quentinha, água e comida à vontade. Não quero ficar amarrada ou presa em algum cubículo pequeno. Gostou de mim? Então liga para a Ingrid, no 9996-7695, que estou aguardando sua ligação.

Irmãos esperam sua ligação


Olá, somos 3 irmãozinhos e estamos à procura de um lar. Ficaremos de porte pequeno. Não queremos ficar amarrados ou presos em cubículos apertados. Posse responsável. Contatos 3632-9368 ou 8432-9393.
 

04 maio 2015

Campanha barriguinha cheia



Amigos, estamos precisando de ração canina e felina para alimentar os focinhos que estão em lares provisórios, nas ruas e de protetores independentes com mais de 10 animais. AUbracem esta causa. Doem ração! Nosso ponto de coleta/recebimento é na Clinica Petvida [ao lado da Pizzaria Napolitana]. Não esqueça de informar que é doação para a APA. Outros itens como cobertorzinhos e medicamentos serão muito bem vindos! Informações: apasbs@hotmail.com  
 
Basta uma atitude de carinho para alimentar um focinho!
Juntos, todos nós podemos fazer a diferença!

Adoção



Macho, aproximadamente 1 ano. Porte médio, muito bonito. Telefone: 9971-1978.

Câmara aprova prisão para quem matar cães e gatos

 

          O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta-feira (29), o Projeto de Lei 2833/11, do deputado Ricardo Tripoli (PSDB-SP), que criminaliza condutas contra a vida, a saúde ou a integridade de cães e gatos. A matéria, aprovada na forma de uma emenda substitutiva do deputado Lincoln Portela (PR-MG), será votada ainda pelo Senado.

           De acordo com o texto, matar cão ou gato terá pena de detenção de 1 a 3 anos. A exceção será para a eutanásia, se o animal estiver em processo de morte agônico e irreversível, contanto que seja realizada de forma controlada e assistida.

          Se o crime for cometido para controle populacional ou com a finalidade de controle zoonótico, a pena será de detenção de 1 a 3 anos. Neste último caso, ela será aplicada quando não houver comprovação de enfermidade infecto-contagiosa que não responda a tratamento.

          Essas penas serão aumentadas em 1/3 se o crime for cometido com emprego de veneno, fogo, asfixia, espancamento, arrastadura, tortura ou outro meio cruel.

          Assistência e abandono - Para o agente público que tenha a função de preservar a vida de animais e não prestar assistência de socorro a cães e gatos em situações de grave e iminente perigo, ou não pedir o socorro da autoridade pública, a pena será de detenção de 1 a 3 anos.
 

          O abandono de cão ou gato provocará a detenção por 3 meses a 1 ano. O abandono é definido pelo projeto como deixar o animal de sua propriedade, posse ou guarda, desamparado e entregue à própria sorte em locais públicos ou propriedades privadas.

          No caso da rinha de cães, a pena será de reclusão de 3 a 5 anos; e a exposição de cão ou gato a perigo de vida ou a situação contra sua saúde ou integridade física provocará detenção de 3 meses a 1 ano. Todas as penas previstas no projeto serão aumentadas quando, para a execução do crime, se reunirem mais de duas pessoas.

          Fonte: olharanimal.org


03 maio 2015

Os 10 mandamentos de um cão


1. Minha vida deve durar entre 10 e 15 anos. Qualquer separação será muito dolorosa para mim.

2. Me dê algum tempo para entender o que você quer de mim.

3. Tenha confiança em mim. É fundamental para o meu bem-estar.

4. Não fique zangado comigo por muito tempo. E não me prenda em nenhum lugar como punição. Você tem seu trabalho, seus amigos, suas diversões. Eu só tenho você.

5. Fale comigo de vez enquanto. Mesmo que eu não entenda as suas palavras, compreendo muito bem seu tom de voz e sinto o que você está me dizendo. Isso ficará gravado em mim para sempre.

6. Antes de me bater, lembre-se sempre que eu tenho dentes que poderiam feri-lo seriamente, mas que nunca vou usá-los em você.

7. Antes de me censurar por estar sendo vadio, preguiçoso ou teimoso, pergunte antes se não há alguma coisa me incomodando. Talvez eu não esteja me alimentando bem. Posso estar resfriado. Ou também meu coração que está ficando velho e cansado.

8. Cuide de mim quando eu ficar velho; você também vai ficar.

9. Não se afaste de mim em meus momentos difíceis ou dolorosos. Nunca diga "prefiro não ver" ou "faz quando eu não estiver presente".

10. Tudo é mais fácil para mim com você do meu lado.